Feb 14, 17
Cultura  •  Londres
Sotaques Inglês Britânico

Já há um tempão tô com vontade de fazer um post sobre o inglês falado na prática aqui. Ouço muita gente que já fez anos de cursinho e já até viajou pros Estados Unidos reclamar que na hora que chega aqui passa aperto na hora de conversar com as pessoas, tanto pela diferença do inglês Americano pro Britânico como também devido ao número enorme de sotaques e gírias que existem em Londres.

Sempre fui apaixonada por sotaques, começando com o mineiro, claro! No Brasil não existe uma diferença tão alarmante quando se trata da mesma cidade – claro que existem variações – mas nada tão notável. Aqui a diferença de um sotaque pro outro dentro da mesma cidade é gigantesca! Dá pra adivinhar em qual área de Londres uma pessoa foi criada só pelo sotaque que ela tem. Legal né?

Vou dividir esse post em duas partes: Essa primeira, que vou falar dos tipos diferentes de sotaque. Na segunda, vou dar uns pitacos sobre como ~treinar as oreia~ e ficar craque na hora de entender o povão. Vumo?

Standard English

Também conhecido como ‘received pronunciation’ (ou como inglês da BBC) esse é o sotaque sem sotaque (hehe) e não vem de nenhuma região em particular. Ele ganhou popularidade com a aristocracia nos séculos 18 e 19, e desde então é considerado o inglês “padrão” – mas na minha opinião isso é altamente contestável, já que quem usa o RP geralmente tem bala na agulha e isso definitivamente não é padrão por aqui. Por isso também ele é mais conhecido como ‘posh accent’, ou sotaque de rico pra traduzir literalmente.

Ninguém melhor do que a minha, a sua, a nossa Betinha pra dar exemplo!

Cockney

O segundo sotaque mais famoso (e complexo) da Inglaterra! Original da região leste de Londres – área onde a classe trabalhadora era predominante há algumas décadas atrás – a palavra ‘Cockney’ era um termo pejorativo usado para descrever as pessoas dessa área. O sotaque em si é uma loucura e pra mim um dos mais difíceis de entender (passo aperto até hoje com meu padrasto que é Cockney). Eles mudam o som de algumas letras e ‘engolem’ outras, principalmente os T’s e H’s (isso se chama glotalização). Water vira wa’er, three vira free, together vira togeva e por aí vai.

Um ótimo exemplo do Cockney English é essa propaganda da Heineken aqui em baixo, feita nos anos 80. A moça está em uma ‘Escola de ginga de rua’ tentando aprender a falar como alguém do leste de Londres, um Cockney. A frase usada é ‘the water in Majorca don’t taste like what it ought to‘ e funciona muito bem pela oportunidade de glotalização que as palavras em negrito oferecem.

— Cockney rhyming slang

A maluquice dos Cockneys não para por aí. Eles tem um dialeto baseado em rimas, minhas gente. Na verdade não é um dialeto (não consigo pensar em uma palavra melhor) mas é uma coleção de frases e expressões que, rimando, significam outras. Por exemplo: Se alguém te falar “use your loaf of bread” estão te mandando pensar, usar sua cabeça. Bread rima com head! Ou se alguém te falar que está tomando “a nice cup of Rosie Lee”, estão tomando uma xícara de chá, Lee rima com tea!

Vamos ver se cês conseguem adivinhar (sem perguntar o tio gugol hein): O que significaria ‘Bees and Honey’ em Cockney Rhyming Slang? Honey rima com…? Money!

Inglês Britânico Sotaques Cockney

London Multicultural English (LME)

O LME é meu sotaque favorito por ser usado pelos jovens e classe trabalhadora de hoje em dia. Pelo nome, multicultural english, a gente percebe que os imigrantes tiveram um dedinho em sua origem, seja isso no sotaque e/ou pronúncia, até como na adição de palavras de outros idiomas no vocabulário. O LME é rápido, agressivo e muitas vezes incorreto gramaticalmente, justamente pelo fato de ter parte da sua origem vinda dos imigrantes aprendendo inglês. Isso faz com que alguns verbos não sejam conjugados corretamente, e que palavras sejam escritas e pronunciadas da forma que alguém que não nasceu aqui pronunciaria. Acho isso MUITO interessante!

O LME pode parecer um pouquinho com o Cockney, principalmente porque os dois usam glotalização. Mas se você der um passeio em Hackney ou Shoreditch, entre os adolescentes e pessoas mais novas é o LME que você vai escutar. O Cockney é mais comum entre os old schoolers, o pessoal mais antigo. Inclusive, li que o LME será o sotaque/dialeto que irá substituir o Cockney quando ele desaparecer (alguns linguistas preveem que isso vá acontecer daqui uns 30 anos – o que faz sentido, uma vez que essa população falante do Cockney é mais velha e vai morrendo sem passar o costume pra frente).

De exemplo vou mostrar um vídeo do Truseneye92, um rapaz que imita MUITO BEM o LME (às vezes conhecido como Roadman/homem da rua). Deixei na minutagem certinha onde ele faz a imitação, mas pra quem tem curiosidade recomendo assistir o vídeo inteiro porque ele faz outros sotaques muito bem também.

E tem também o Korean Billy, que até passou no jornal daqui outro dia. Ele é um Koreano (dã) que posta muito sobre os sotaques e dialetos daqui do Reino Unido de forma bem didática (e fofa e engraçada e linda e fofa e ai meu deus). O vídeo abaixo também é sobre vocabulário usado pelos falantes de LME, o sotaque do Billy por si só não é muuuiiiiito igual mas junto do vídeo dali de cima dá pra ter uma ideia. Como o título do vídeo já acusa, Roadman também é um nome alternativo do LME, significando ‘homem da/de rua’.


Sei que nem todo mundo que lê esse blog manja de inglês – me desculpem postar algo tão específico e que talvez não será entendido por todos. Eu realmente já queria postar sobre isso há meses, mas sempre me segurava por esse exato motivo: ninguém é obrigado a falar nenhuma outra língua e não é todo mundo que teve a mesma oportunidade que eu tive de aprender. Então desgurpem a criança aqui que fica toda empolgada ao falar sobre isso. Espero que alguém tenha aprendido algo útil :)

Outono em Londres
Nov 16, 14
Outono em Londres, o retorno.
Apr 27, 14
O que eu estou lendo?
Nov 23, 15
Show do Pearl Jam em Belo Horizonte



  • 14 . 02 . 2017

    Mandando esse post AGORA pro noivo =O
    Ele vai fazer intercâmbio em Edimburgo em setembro e tá se preparando pra sotaques mil ahuahauhauahuaa

    ADOREI GENTE! Nem sabia que tinha nomes =O

  • 14 . 02 . 2017

    Mas como eu não conhecia o seu blog? Como? Que cantinho mais lindo e cheio de informação! Tô in love (leia isso com cockney accent, se possível for). Eu também sou de Minas Gerais e adoro o nosso sotaque. :)

    Me impressiona tanto essas variações no falar, os sotaques, as gírias! Adorei conhecer mais sobre os “dialetos” de Londres e nem sabia que existia o posh accent. Outro sotaque que eu gosto e acho difícil de entender é o escocês.

    Bom, acho que vou ler o seu blog inteiro em apenas um dia, bunito dimais da conta sô.

    <3

  • 14 . 02 . 2017

    Cara voce foi um amor eu amei sua postagem, eu sou apaixonada por línguas e principalmente pelo inglês e português. Então saber que existem tantos dialetos me deu vontade de procurar mais sobre isso é treinar rs
    Obrigada mesmo!
    Nanda
    http://www.nandalandia.com

  • 14 . 02 . 2017

    Gente do céu, minha mente dava nós triplos quando eu escutava todas essas variações do inglês. Eu escutava muito o sotaque Cockney, e minha mente pedia por socorro e morria de vergonha em ter que pedir para a pessoa repetir mais devagar porque já tinha me embolado toda, hahaha. A minha sorte é que 80% do tempo eu e minha amiga estávamos com a Neli, e a Neli nos ajudava porque olha… não foi nada fácil, porém, MUITO FASCINANTE. ♥ Só me fez amar ainda mais a língua.

    Adorei o post e as curiosidades, Babi! Compartilhando… porque o mundo precisa saber disso *-*

  • 14 . 02 . 2017

    Adorei!!! Muito interessante, a maioria pensa que o inglês do UK não tem interferência popular como o americano. Valeu profe!!😉😘

  • 14 . 02 . 2017

    Já amei esse post pelo titulo <3 sou viciada em sotaque britânico (mesmo que eu não entenda tão bem) mas nossa, eu amo homem que fala com sotaque britânico ahahaha

    que sotaque fofo da rainha gente <3 Muito bom saber que o sotaque da "realeza" não é tão padrão aahhaha JESUS ahahha é como se fosse um nordestino falando aqui no brasil, rapidinho ahahaha

    Gente que doido isso, é muita cultura nova, amando esse post <3 GENTE esse menino imitando os sotaques, quantos que tem ahahha
    To apaixonad apor esse koreano, vou ver mais vídeos ahahha

    acho que não precisa se desculpar linda, mesmo que não entendam é uma coisa nova pra gente aprender, e aprendizado sempre é bem vindo ahahaha

    <3

  • 14 . 02 . 2017

    fiquei de caraaaaa
    passei da fase de odiar (O: SORRY) e passei a gostar muito de aprender a entender o sotaque e dialetos do inglês britânico, Babi! Graças as séries, filmes europeus e rappers que comecei a ter contato, acabei aprendendo o “fam”. É tão interessante conhecer a imensidade de variações que uma língua pode ter, cara. Ouvindo os sotaques do vídeo (muito legal por sinal) consigo reconhecer que já ouvi alguns antes em algum lugar. Agora vou ficar prestando atenção nos sotaques das pessoas e tentar adivinhar qual é ♥. AMEI AMEI e vou amar o próximo post.
    Beijão

    ah, não sei se você falou, mas quando você aprendeu foi com o inglês americano ou britânico?
    Eu lembro que minha primeira prof do curso de inglês no básico 1 falava o britânico e ela era mó fofa legal (nem sei porque falei isso AUSHAUHSUAS).

  • 14 . 02 . 2017

    Adorei Babi, esse cockney slang é mesmo comédia, consegui aprender algumas frases quando estudei em Londres! Amei o vídeo, o coreano é fofo mesmo hehehe, o post é ótimo, pois até quem sabe inglês não deve saber dessas curiosidades! Beijocas